Tempos passados - raça humana

Houve um tempo em que as sendas do mundo
Agregavam-se em todas as plagas,
Desde as praias de altíssonas vagas,
Até o magma de antros profundos.

Cada canto do solo fecundo
Abundava em dulcíssimas bagas,
Demandando tão-só, como paga,
Gratidão por a terra e o além-mundo.

Aonde foi esse tempo de glória?
Esse mundo ainda preso no mana
Esquecido de nossa memória?

Mudaria da paz arcadiana
O universo à ruína de Mória?
Ou a culpa é da falta de grana?


 
Site feito por 
Fernando Fagundes